Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Precisando do nosso logo? Baixe-o em um dos seguintes formatos:
Vetorial (.svg)|Rasterizado em alta resolução (.jpg)|Ícone (.ico)
Obs.: não utilize nossa marca sem autorização.

Por favor, aguarde.
Link curto para esta página:


Feito!
Erro!
Logo oeste capital topo.PNG
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Ações de Combate ao Tabagismo em Chapecó

VoltarVeja também
« Última» Primeira
ImprimirReportar erro286 palavras4 min. para ler
Ações de Combate ao Tabagismo em Chapecó
Ver imagem ampliada
Nessa terça-feira (31) é o Dia Mundial sem Tabaco. Atualmente Chapecó conta com cinco Grupos de Tratamento do Tabagismo, destinados ao acompanhamento e reabilitação de pessoas tabagistas. Os mesmos estão distribuídos pelo território dos Núcleos de Saúde da Família (NASF), que contemplam todos os Centros de Saúde. 

 

Os grupos são compostos em média por 15 integrantes que foram selecionados através de questionário do Ministério da Saúde. Os trabalhos são coordenados pelas equipes do NASF, com atuação de diversos profissionais como psicólogos, educadores físicos, nutricionistas, assistentes sociais e farmacêuticos.  

 

Os grupos recebem acompanhamento durante um ano, com encontros periódicos. Os participantes recebem acompanhamento psicológico em grupo com palestras e atividades diversas, e aqueles que necessitam, também recebem medicamentos e adesivos de nicotina para auxiliar no tratamento. 

 

O programa foi implantando no município, seguindo as normativas estabelecidas pelo Ministério da Saúde e do Instituto Nacional do Câncer (INCA) através do Programa Nacional de Controle e Tratamento do Tabagismo. Esse programa tem foco na prevenção e à cessação do tabagismo na população por meio de ações que estimulem a adoção de comportamentos e estilos de vida saudáveis e que contribuam para redução da incidência e da morbidade e mortalidade por câncer e demais doenças relacionadas ao uso do tabaco no Brasil.

 

Conforme dados estimados da Secretaria de Saúde de Chapecó, 36% da população do município são fumantes, 32% dos óbitos ocorridos são devido ao uso do tabaco, 25% das internações também são devido aos malefícios do uso do cigarro (dados referentes ao ano de 2014). Os interessados devem procurar os Centros de Saúde da Família e deixar os nomes nas listas de espera, pois o grupo inicia com pelo menos 15 participantes, e não tem como ingressar depois que o grupo já esteja em andamento. 

Fonte:Prefeitura de Chapecó
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

Curta o nosso site!