Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Precisando do nosso logo? Baixe-o em um dos seguintes formatos:
Vetorial (.svg)|Rasterizado em alta resolução (.jpg)|Ícone (.ico)
Obs.: não utilize nossa marca sem autorização.
Feito!
Erro!
Logo oeste capital topo.PNG
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Aos 33, Cleber Santana quer usar experiência para ajudar Chape na elite

VoltarVeja também
« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:meia, atleta, repetiu, vivida, auge, carreira, últimos e fases282 palavras4 min. para ler
Aos 33, Cleber Santana quer usar experiência para ajudar Chape na elite
Ver imagem ampliada
Meia escolhe número “88“ para usar no Verdão do Oeste para ter sorte no novo clube, fala do rebaixamento com o Criciúma e define o grupo alviverde como “qualificado“


Na Chapecoense, Cleber Santana vai ser novamente o CS88. Ele explicou o motivo para escolher o número. Como o “oito” já tem dono no Verdão do Oeste - é de Gil -, o novo reforço do time alviverde decidiu dobrar o numeral, como o fez no Avaí.  E, de repente, ter a sorte do algarismo multiplicada por dois.

Sorridente, o jogador deixou claro seu objetivo no Oeste catarinense: voltar a viver uma boa fase para ajudar a Chape a seguir na elite do futebol brasileiro. E quer que experiência, aos 33 anos, seja um aliado para isso. Confiante para disputar uma Série A novamente, o jogador assinou com o clube verde e branco até o fim de 2016.

Sereno, o jogador citou o rebaixamento com o Criciúma no ano passado e disse que a “culpa foi de todos”. Ele reconheceu que nos últimos anos não repetiu a fase vivida no auge da sua carreira. Mas, conforme o atleta, são fases que todo profissional passa. Boas ou ruins.

Cleber Santana já havia despertado no interesse do Verdão em outros momentos. No ano passado e no início desta temporada, a diretoria da Chape chegou a abrir tratativas com o jogador, mas a negociação esbarrou em detalhes.

Agora, a diretoria alviverde trabalha para tentar regularizar o jogador e deixá-lo disponível para a rodada deste domingo, diante do Cruzeiro. Na manhã desta quinta-feira, Cleber Santana trabalhou com o grupo normalmente na Arena Condá. Fez parte do time reserva no trabalho coletivo e pode ser uma opção para o técnico Vinícius 

Fonte:globoesporte.com
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

Curta o nosso site!