Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Precisando do nosso logo? Baixe-o em um dos seguintes formatos:
Vetorial (.svg)|Rasterizado em alta resolução (.jpg)|Ícone (.ico)
Obs.: não utilize nossa marca sem autorização.
Feito!
Erro!
Logo oeste capital topo.PNG
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Com gols a jato e dose de sofrimento, Inter sai à frente do Tigres na semifinal

VoltarVeja também
« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:colorado, classifica, mexicano, também, avança, gol, diferença e vencer278 palavras4 min. para ler
Com gols a jato e dose de sofrimento, Inter sai à frente do Tigres na semifinal
Ver imagem ampliada
Colorado anota duas vezes nos primeiros nove minutos, mas precisa de milagres de Alisson para confirmar vitória de 2 a 1 sobre time de Rafael Sobis, bastante vaiado

O Inter, definitivamente, está obcecado pelo tricampeonato da Libertadores. Para chegar lá, seria preciso jogar como se não houvesse amanhã e marcar dois gols em nove minutos? Seria preciso contar com um goleiro milagreiro? Seria, ainda, necessário vaiar um dos maiores ídolos recentes da história do clube? Não há problema. O time de Diego Aguirre, que assistiu ao duelo contra a equipe de Rafael Sobis de camarote por suspensão, tem tudo isso. E agora tem a vantagem para o jogo da volta. Na noite desta quarta-feira, o Beira-Rio rugiu mais do que o Tigres para a vitória de 2 a 1, que permite o empate na próxima semana em Monterrey. D`Ale e Valdívia anotaram no início da partida e Ayala, depois expulso, diminuiu.

Para se classificar à final, portanto, o Inter precisa de qualquer empate na quarta-feira, em solo mexicano. Também avança com vitória por um gol de diferença a partir de 3 a 2. Se o Tigres vencer por 1 a 0, se classifica. Caso devolva o 2 a 1, vai a pênalti. Na terça, o River Plate largou em vantagem na outra semifinal, ao bater o Guaraní, do Paraguai, por 2 a 0, em Buenos Aires.

Mesmo diante do frio e da chuva, os colorados voltaram a quebrar o recorde de público do estádio remodelado. Foram ao todo 44.884 presentes. A marca anterior havia sido registrada na vitória por 2 a 0 sobre o Santa Fé, nas quartas de final, quando 44.665 torcedores assistiram ao triunfo emocionante. Ambos os públicos são superiores aos números registrados na Copa do Mundo de 2014.

Fonte:globoesporte.com
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

Curta o nosso site!