Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Precisando do nosso logo? Baixe-o em um dos seguintes formatos:
Vetorial (.svg)|Rasterizado em alta resolução (.jpg)|Ícone (.ico)
Obs.: não utilize nossa marca sem autorização.
Feito!
Erro!
Logo oeste capital topo.PNG
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

D`Ale vê semelhanças com 2010 e exalta capacidade de “sofrer“ do Inter

VoltarVeja também
« Última
ImprimirReportar erroTags:etapa, pode, olhar, estava, mg, conseguiu, empatado e vem420 palavras5 min. para ler
D`Ale vê semelhanças com 2010 e exalta capacidade de “sofrer“ do Inter
Ver imagem ampliada
Bicampeão da Libertadores naquele ano, gringo elogia a postura do time ao passar pelo Galo, na última quarta-feira, e vê time pronto para próximas “batalhas“


Os quase sete anos de Inter e o currículo repleto de conquistas internacionais pelo clube não conferem a D’Alessandro apenas as condições de ídolo e de principal liderança colorada no elenco atual. Permitem ainda que o gringo trace paralelos entre as equipes vencedoras no passado e a atual. E que identifique semelhanças entre o Colorado que sagrou-se bicampeão da Libertadores em 2010, e a que busca o tri da competição continental em 2015. Nesta quarta-feira, às 22h, o time de Diego Aguirre encara o Santa Fé, no jogo de ida das quartas de final do torneio, no El Campín.

A comparação do meia tem a ver com a capacidade de “saber sofrer“ que os comandados de Diego Aguirre têm demonstrado na competição internacional em 2015. Segundo D`Ale, a maneira com que a equipe se portou e a “sorte“ de ter marcado o terceiro gol diante do Galo logo após os rivais terem descontado,  na vitória por 3 a 1 no jogo de volta das oitavas de final são um exemplo disso.

- É muito cedo para falar que tem sorte, porque o trabalho tem que acompanhar a sorte. Ela não vem sozinha. A gente não pode olhar isso. Contra o galo, estava 2 a 0, o Atlético-MG fez o gol, e a gente conseguiu fazer o terceiro depois. Foi sorte, mas acompanha o trabalho. A gente acompanha a sorte com o trabalho, de ter empatado em Belo Horizonte. Assim como a sorte acompanhou o Atlético na última bola, que o Leonardo Silva fez o gol. São semelhanças que tu encontras. Tomara que continue nesse caminho. Em 2010, a gente sofreu. Tem que saber sofrer, tem que saber tomar sufoco dentro do jogo, tem que saber ser atacado dentro do jogo. Passamos por isso nas oitavas e tomara que a gente saiba passar por isso na quarta-feira, também - afirmou o gringo na entrevista coletiva desta segunda-feira, no CT do Parque Gigante.

A campanha em 2010, de fato, foi marcada por momentos difíceis e de recuperação dos colorados. No confronto das oitavas de final, diante do Banfield, a equipe de Jorge Fossati teve de reverter um 3 a 1 sofrido fora de casa, na ida, com um 2 a 0 no Beira-Rio. Nas quartas, após vencer o Estudiantes por 1 a 0 em casa, o time perdia por 2 a 0 em Quilmes, e só anotou o gol da classificação nos minutos finais da segunda etapa.

Fonte:globoesporte.com
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

Curta o nosso site!