Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Item adicionado ao pedido! E agora?
Permanecer na página atualIr para o carrinho de compras
Precisando do nosso logo? Baixe-o em um dos seguintes formatos:
Vetorial (.svg)|Rasterizado em alta resolução (.jpg)|Ícone (.ico)
Obs.: não utilize nossa marca sem autorização.

Feito!
Erro!
Logo oeste capital topo.PNG
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Gestores do presídio são afastados temporariamente após suposto excesso de força na contenção de tumulto na unidade

VoltarVeja também
« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:corrigido, assegurando, órgãos, comunicações, devidas, adotadas, periciais e esclarecem231 palavras3 min. para ler
Gestores do presídio são afastados temporariamente após suposto excesso de força na contenção de tumulto na unidade
Ver imagem ampliada
Chapecó - A Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (SJC) e o Departamento de Administração Prisional (Deap) informam que três servidores do Complexo Penitenciário de Chapecó foram afastados temporariamente de suas funções incluindo o Gerente do Presídio e o Diretor da Penitenciária Agrícola de Chapecó. A medida foi tomada depois que a SJC e o Deap receberam denúncias do uso inadequado de técnicas de contenção, após um princípio de tumulto na quinta-feira (7) à noite.

Fotos de detentos do presídio feridos após a intervenção dos agentes para cessar o princípio de tumulto na unidade vazaram e familiares dos presos reivindicaram inclusive em redes sociais na internet.  

Corregedoria-Geral da SJC foi acionada e deslocou uma equipe para Chapecó para tomar as medidas legais e garantir a lisura de todo o processo de averiguação e investigação assegurando também o amplo direito de defesa e ao contraditório dos agentes penitenciários afastados.

A SJC e o Deap esclarecem que todas as medidas legais e periciais foram adotadas, incluindo as devidas comunicações aos órgãos de fiscalização como o Judiciário e o Ministério Público. Ressaltam, ainda, que prezam pela absoluta transparência da investigação, mantendo sempre posição de incondicional respeito à Justiça, Cidadania e aos princípios básicos dos Direitos Humanos.


A SJC reafirma e reconhece que os agentes penitenciários atuam de forma correta e recebem treinamento qualificado para exercer a função e qualquer desvio será sempre corrigido.

Fonte:Oeste Capital
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

Curta o nosso site!