Atenção!A página impressa é diferente da página exibida na tela do computador.
Precisando do nosso logo? Baixe-o em um dos seguintes formatos:
Vetorial (.svg)|Rasterizado em alta resolução (.jpg)|Ícone (.ico)
Obs.: não utilize nossa marca sem autorização.
Feito!
Erro!
Logo oeste capital topo.PNG
93,3 FMOuça ao vivo
Tocando agora: Daqui a pouco mais músicas na Oeste Capital!

Imprudência: metade dos cartões da Chape sai por reclamação com árbitro

VoltarVeja também
« Última» Primeira
ImprimirReportar erroTags:condá, última, jogos, topo, cada, recebeu, cobrar e expulso325 palavras4 min. para ler
Imprudência: metade dos cartões da Chape sai por reclamação com árbitro
Ver imagem ampliada
Problema fica evidente com expulsão do lateral Apodi na derrota para a Ponte Preta, ao ser advertido duas vezes; além de ala, Roger e Rafael Lima lideram lista no Verdão


A expulsão do lateral-direito Apodi na derrota para a Ponte Preta, no sábado, chamou atenção para um problema que tem sido frequente na Chapecoense no Campeonato Brasileiro: os cartões por reclamação. No fim de semana, Apodi foi advertido com amarelo após discutir com o árbitro. Seguiu contestando e, então, viu o vermelho. 

Das advertências recebidas pelos jogadores do Verdão do Oeste nesta edição do Brasileirão, metade foi em decorrência de reclamações. Uma circular publicada pela Comissão Nacional de Arbitragem da CBF (Conaf), em abril, orienta que haja maior rigor dos profissionais em relação às críticas dos atletas, seja antes, durante ou depois dos confrontos.

Os números mostram que falta ao time alviverde adaptar-se a essa realidade. De 14 cartões que foram distribuídos ao grupo do Oeste catarinense, sete foram depois de alguma contestação. Um amarelo foi por causa de uma discussão entre jogadores - de Vilson com Robinho - , e seis cartões foram recebidos por alguma falta durante os jogos.

Apodi, Roger e Rafael Lima estão no topo da lista. Cada um recebeu dois cartões por “cobrar“ o juiz. Apodi foi expulso na última partida. Roger e Rafael Lima estão pendurados. Bruno Silva completa a relação dos “esquentadinhos“ da Chape. O técnico Vinícius Eutrópio pede mais prudência e afirma que o time vai ter que se acostumar com a ordem da Conaf.

- As arbitragens estão sendo orientadas para mostrar cartão para as reclamações. E se ele não dá para o visiatente, a gente não pode reclamar igual. Mesmo que considere injusto. Agente não conhece o juiz e tem que evitar isso - comentou o treinador, em entrevista coletiva.

Com seis pontos somados, a Chapecoense encara o Joinville na quinta rodada do Brasileirão. A partida está marcada para a noite de quarta-feira, às 19h30, na Arena Condá.

Fonte:globoesporte.com
Compartilhar página nas rede sociais:
CompartilharCompartilharTweetarCompartilharPin it

Últimos recados

Curta o nosso site!